O Analisador de Desempenho do Power BI foi incluído a partir da atualização de Maio de 2019 no Power BI Desktop. Com essa ferramenta o processo de verificar o que está sendo consumido em tempo de processamento no Power BI ficou simples e fácil.

Pelo analisador de desempenho teremos resultados em relação ao processamento das fórmulas DAX, renderização dos visuais e gráficos, segmentação de dados, etc.

Para habilitar o Analisador de Desempenho do Power BI vá na faixa de opções Exibição e então selecione a caixa de seleção correspondente.

Exibir o analisador de performance do power bi

Clique no link Baixar arquivo exemplo do Analisador de Desempenho do Power BI. Utilizaremos este arquivo para trabalhar todos os exemplos citados neste artigo.

Para maior detalhes de como utilizar o analisador de performance, leia a documentação da Microsoft sobre o assunto.

Executando o Analisador de Desempenho do Power BI

Execute os passos abaixo (exatamente na sequência indicada) e veja os resultados gerados pelo Analisador de Desempenho.

  1. Abra o arquivo .pbix, não altere a página atual, se mantenha na página “Capa” em que o arquivo foi aberto.
  2. Ative a guia do Analisador de Performance do Power BI (conforme figura acima);
  3. Clique em Iniciar gravação nesta guia.

Analisador de Performance Iniciar

  1. Agora mude para a página “Vendas”.
  2. A guia do Analisador de desempenho do Power BI irá avaliar o tempo de carregamento em milissegundos para cada um dos visuais do relatório. Perceba que o visual “Matriz” é o mais lento. Os tempos na figura abaixo podem variar conforme o equipamento em que o Power BI Desktop é executado. A maioria dos visuais demoram cerca de 1,5 segundos para carregar.

Guia do analisador resultado

  1. Agora clique em “Atualizar visuais” e veja o resultado desta segunda execução. Role a barra para baixo para ver. O visual “Matriz” ainda é o mais lento, mas perceba que, de forma geral, todos os visuais reduziram o tempo de execução.

Guia do analisador de performance do power bi

Agora temos duas execuções para os mesmos visuais na guia do Analisador de Performance do Power BI. O primeiro grupo é relacionado à mudança de página e após isso o carregamento dos visuais. Boa parte dos visuais, na primeira execução, carregam em 1,5 segundos. Selecione um deste visuais e veja que a maior parte do tempo gasto é com a seção “Outro”.

Detalhe do analisador

Avaliando os itens do analisador de performance do Power BI

A duração de carregamento para cada visual é dividida em três categorias:

  • Consulta DAX: cada visual gera um ou mais procedimentos de avaliação em um simples requerimento enviado à “engine” Tabular (responsável pelos cálculos no Power BI). O tempo apresentado nesta linha é o resultado do que se passou entre o requerimento para a “engine” e a primeira linha de resultado recebida pelo Power BI. Alguns visuais (caixas de texto, por exemplo) não geram nenhuma consulta DAX.
  • Exibição de visual: este é o tempo necessário para renderizar o visual. Este tempo considera apenas o que foi gasto pelo Power BI Desktop.
  • Outro: este é o tempo gasto esperando as outras operações serem concluídas. Geralmente é o tempo de sincronização entre os diferentes visuais na mesma página e não deve ser considerado como um gargalo de tempo. É gerado pelo tempo de espera pelas outras operações pendentes rodadas em outros visuais.

Comparando o tempo de duração da primeira execução da página de vendas com a segunda execução vemos que esta última teve uma duração menor, basicamente por conta do tempo de “Outro” reduzido. O motivo para isso é que na primeira execução, os visuais e consultas requerem uma nova alocação de estrutura de memória. Isto não pode ser reduzido ao menos que seja diminua os visuais ou o tamanho das tabelas do modelo. Devido a isso, o foco para resolver os gargalos deve ser dado na duração de carregamento após clicar em “Atualizar visuais”. Então, o relatório do analisador de performance do Power BI tem mais relevância após realizar esta segunda execução.

Melhorando o desempenho nos Visuais

Se o tempo de carregamento dos visuais é alto, considere reduzir a quantidade de dados incluídos neste visual. Exemplo: reduzir o número de dimensões aplicados num gráfico ou mapa. Ou considere substituir o visual por outro. É normal que os visuais customizados (baixados do marketplace) levem mais tempo de carregamento que os visuais nativos do Power BI.

Cada visual tem seu impacto no processamento e uso de memória. A presença de muitos visuais numa única página pode afetar a performance do relatório. Isto porque a renderização de cada um deles é uma sequência numa linha única de execução.

Veja na próxima figura que uma simples Caixa de Texto necessita de cerca de 75 milisegundos para carregar o visual. Assim, esperar vários segundos para carregar uma página com vários visuais é bem comum.

Caixa de Texto no analisador de performance do Power BI

Resolvendo o Problema de Lentidão na Consulta DAX

As Consultas DAX com um tempo de execução alto merecem ser investigadas. O motivo pode ser uma medida lenta, um modelo de dados lento, ou uma fonte de dados lenta (acontece muito quando utilizado DirectQuery). Vemos na lista avaliada que o visual mais lento é a Matriz. Pela figura abaixo entendemos que o motivo é uma Consulta DAX muito lenta.

Consulta DAX no analisador

Esta consulta chama a medida “Qtde Clientes” que tem a seguinte sintaxe:

Qtde Clientes =
CALCULATE (
    DISTINCTCOUNT ( Vendas[Cod_Cliente] );
    FILTER ( Vendas; Vendas[Qtde] > 0 )
)

O intuito deste artigo não é explicar porque esta medida especificamente é lenta. O fato é que utilizar filtros de tabela combinado com a função DISTINCTCOUNT gera uma ineficiência para a consulta. Se modificarmos esta medida utilizando uma coluna semanticamente equivalente irá trazer um resultado para o cálculo bem mais otimizado. Veja como seria a melhor medida para esta utilização.

Qtde Clientes =
CALCULATE (
    DISTINCTCOUNT ( Vendas[Cod_Cliente] );
    KEEPFILTERS( Vendas[Qtde] > 0 )
)

Atualize os visuais após mudar a medida e veja o quanto este visual melhorou no tempo de execução. Agora a “Consulta DAX” leva apenas 20 milisegundos para rodar.

Consulta DAX otimizada

Com isso o tempo de “Outro” aumenta, visto que agora este não é o processo que mais demora nesta página.

A Seção “Outro” pode ser ignorada para efeitos de análise do tempo de execução. Para a otimização do relatório mantenha o foco nas melhorias da Consulta DAX e Exibição de visual. Melhorando estes dois o Outro consequentemente irá melhorar no relatório como um todo, visto que os processos que mais levam tempo estão sendo trabalhados.

Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais (utilize os botões abaixo) e ajude seus colegas a compreender melhor sobre o assunto. Ajude-nos também a espalhar bons conteúdos sobre o Power BI.

Tem dúvidas? Nos pergunte! Utilize a sessão de comentários deste artigo logo abaixo.

Até a próxima!

O Power BI é a solução de BI que mais cresce no mercado atualmente. É uma ferramenta de análise de dados interativos da Microsoft para Business Intelligence. Entenda neste artigo, através de 7 razões que listamos, porque é a solução de BI mais queridinha atualmente. E essa ferramenta pode transformar o seu negócio!

É bom esclarecer que não somos contratados da Microsoft, estamos escrevendo sobre a ferramenta porque gostamos e utilizamos.

Você pode usar o Power BI para extrair dados de uma ampla gama de sistemas na nuvem e aplicações. Também é possível criar painéis que acompanhem as métricas que mais te interessam, ou até mesmo fazer perguntas sobre seus dados.

Você pode criar relatórios ricos ou incorporar painéis e relatórios em portais de relatórios que você já usa. Os relatórios que você pode criar vão muito além dos gráficos de barras e pizza. Mas você não precisa ser um designer dedicado, nem mesmo programador para construir relatórios.

Veja como obter mais insights sobre os dados que você já possui em mais áreas do que você poderia imaginar.

7 razões para usar o Power BI como solução de BI

  1. Visualize os serviços que você usa

O Power BI possui centenas de pacotes de conteúdo, modelos e integrações para centenas de serviços de dados, aplicativos e serviços. Eles incluem: relatórios pré-definidos e visualizações – e não apenas Microsoft como Dynamics 365 e SQL Server.

Se você usa SAP, Salesforce, MailChimp, Marketo, Google Analytics, ou mesmo o GitHub, você pode usar o Power BI para visualizar os dados que você possui esses serviços. Você também pode configurar o gateway local para usar o Power BI. Com ele, você pode explorar conjuntos de dados em seus próprios servidores.

Dessa forma pode comparar os visitantes do site com as vendas, ou ver quais as promoções trouxeram novos clientes. Você pode criar seus próprios relatórios e visualizações, realizar cálculos (que o Power BI chama de Medidas). Além de definir níveis de acesso para usuários individuais, fontes de dados ou painéis e relatórios específicos para controlar quem pode visualizar informações mais sensíveis.

  1. Conte histórias com seus dados

Os gráficos são ótimos para os números. Mas se você deseja mostrar informações que mudam ao longo do tempo de forma fácil de entender, experimente o novo visual personalizado: Timeline Storyteller para o Power BI. Diferenciais desta solução de BI.

Power BI Storyteller-solução de BI

Você pode criar uma lista linear de datas ou horários, ou colocá-los em círculos, espirais, grades ou formas personalizadas. Você também pode mostrar uma lista cronológica. Por exemplo: uma sequência que mostra a duração dos eventos ou escolha escalas relativas ou logarítmicas.

Escolha como melhor representar, dimensionar e colocar seus dados. Assim, o Power BI irá criar uma linha de tempo a partir dele. Use isso para contar a história do seu negócio! Você pode mostrar como a demanda está crescendo. Ou explicar qualquer outra coisa em que a sequência de eventos seja importante.

  1. Explore cenários, perguntando “E se…?”

Você pode comparar diferentes cenários no Excel. Mas o Power BI permite que você faça isso deslizando uma barra para mostrar as mudanças. Adicione uma medida calculada para uma figura como receita e você pode usar o botão “Novo parâmetro” no Power BI Desktop para adicionar parâmetros que mudam em seu cenário “E se (What If)”.

Se você criar um parâmetro “E se” para o número de clientes que respondem a uma promoção específica, você pode conectá-la a uma fórmula para mostrar quantos incidentes de suporte ao cliente é provável que você receba.

  1. Faça perguntas em tempo real

Em vez de criar gráficos e relatórios, use os recursos de linguagem natural do Power BI para fazer perguntas e obter visualizações em resposta. Você pode especificar a forma como os dados são apresentados, escrevendo “vendas totais por região por mês como uma linha”. Ou permitir que o Power BI escolha um layout que se adapte aos dados com uma questão mais geral como “quais foram os números de vendas do último trimestre?”.

O Power BI Q & A funciona no site no aplicativo do Power BI. Pode funcionar em dados armazenados em uma tabela do Excel (ou em um banco de dados através do gateway local, se você habilitar Q & A para o conjunto de dados). Ou pode-se usar o Power Pivot para otimizar o conjunto de dados para perguntas e respostas.

  1. Visualizações personalizadas

Esta solução de BI inclui uma boa variedade de visualizações, e você pode adicionar mais, baixando-os da Loja do Office. Experimente também criar o seu próprio visual, com a ferramenta open source (que usa CSS, TypeScript e NodeJS). O Office Store inclui visualizações da Microsoft, como nuvens de palavras, gráficos de correlação baseados em scripts do R, gráficos para mostrar inter-relações em uma matriz circular, o boxplot que destaca outliers, clusters e percentis para mostrar dados que, de outra forma, seriam perdidos em números resumidos.

Power BI Visuais Personalizados desta solução de BI

Você também pode vincular os diagramas do Visio ao Power BI para usá-los como visualizações personalizadas, se quiser analisar o progresso através de fluxos de trabalho e processos.

  1. Ajustar mais dados em painéis executivos

Diferentes usuários de BI precisam de diferentes níveis de informação em suas visualizações. Gerentes e analistas de negócios podem querer muitos detalhes, Mas em muitos casos, os executivos estão rastreando 10 ou 20 métricas importantes. Nesse caso, é melhor apresentar isso com uma visão simples. Dessa forma, você pode procurar informações rapidamente em uma reunião sem se perder em muitos gráficos e números. A visualização personalizada disponibilizado nesta solução de BI, o Power KPI, combina vários tipos de relatórios em um único bloco.

  1. É uma solução de BI para dados de TI

Não são apenas os usuários de negócios que possuem grandes quantidades de informações que precisam ser destiladas para insights. Você pode usar o Power BI para visualizar dados para ferramentas de monitoramento de TI.

O modelo de solução de BI para o Azure Activity Logs usa um banco de dados Azure SQL e Stream Analytics para coletar logs e exibi-los usando relatórios Power BI Desktop pré-construídos, para que você possa analisar as tendências de uso e problemas.

Existem modelos para uma variedade de outras ferramentas. E você pode criar seus próprios painéis e relatórios para outras ferramentas. Isso é possível desde que você possa obter os dados em um banco de dados SQL Server ou Azure SQL.

Conclusão

Ainda não trabalhou com Power BI e gostaria de fazer um relatório ou modelos de dados só para entender? Te convido a baixar nosso guia para iniciantes e construir seu primeiro relatório seguindo este passo a passo.

Guia SMART para Iniciantes em Power BI

Aproveite a oportunidade de aprender um pouco mais de Power BI clicando aqui!

Se você não está convencido, leia o post 28 motivos para você começar usar o Power BI agora. Nele, você encontrará muitos outros motivos para implementar essa poderosa solução de BI o mais rápido possível.

Até a próxima!

Excel vs Power BI

Neste arquivo faremos uma comparação entre Excel e Power BI (Excel vs Power BI). Por aqui será possível vocês entenderem as vantagens de cada um dos dois e quando é melhor usar um ou o outro.

Atualmente o aplicativo mais utilizado nos escritórios de pequenas, médias e grandes empresas é o excel, disparado. Tanto que ele é utilizado não somente no escritório, mas em todas as partes da empresa. Excel é uma unanimidade.

Mas se você for igual a nós, que apesar de gostarmos muito do excel, estiver sentido que ele não está atendendo mais em todas as nossas necessidades no trabalho. Continue lendo este artigo e entenda que a Microsoft também sabe disto. Desde 2015 ela disponibilizou uma ferramenta a altura para substituir o Excel em várias atividades.

Sabemos que Excel e Power BI são aplicações com intuitos diferentes. Com o tempo o Excel foi ganhando tanto uso que ele passou a ser usando também para BI. Por isso dizemos que o Power BI irá substituir o Excel, abaixo você entenderá melhor porquê.

Este comparativo entre Excel e Power BI (Excel vs Power BI) poderá cair como uma luva para suas dúvidas e dificuldades. Pois pela quantidade de dados que está sendo gerada nas empresas nosso querido Excel está deixando a desejar. Ele não foi feito para processar tantas linhas, colunas e cálculos como temos necessidade agora.

Vamos começar pelo mais antigo e listar as vantagens do Excel e de se trabalhar com ele.

Vantagens do Excel (Excel vs Power BI)

Excel vs Power BI-2

  • É muito rápido para desenvolver, adaptar, escrever e finalizar qualquer trabalho nele;
  • Todo mundo conhece e a maioria usa com uma certa facilidade até (apesar de serem poucos os que dominam profundamente);
  • É próprio para pequenos trabalhos, utilizado como planilha eletrônica, checklists de atividades, controles financeiros e administrativos;
  • Ideal para qualquer atividade que não trabalhe com um grande número de informações e linhas.
  • Ideal para entregas rápidas e urgentes, onde não há necessidade de análises profundas e cruzadas.
  • Ele também consegue lidar com grande volume de informações, pois tem suplementos para isso (leia mais no parágrafo abaixo). Com limitações;
  • Ele é uma unanimidade.

A partir de 2010 a Microsoft começou a desenvolver funcionalidades poderosas com foco em Business Intelligence no Excel. Naquele ano foi incorporado o Power Pivot e Power Query. Nos anos seguintes estes dois suplementos foram bem melhorados e ganharam mais dois adicionais, o Power View e Power Maps.

Com estes suplementos surgiu a tendência “Excel BI”, pois aumentou muito a capacidade do Excel de trabalhar com grandes quantidades de dados. Aumentou bem a velocidade de processamento desta ferramenta e assim atendendo as necessidades do momento.

Mas como tudo evolui, a partir destes quatro suplementos e ouvindo a opinião da comunidade de BI foi criado o Power BI. Um self-service BI (online e off-line) que foi a grande jogada da Microsoft neste segmento.

Simplesmente a evolução do Excel BI com a união dos quatro suplementos Power criados.

Continuando o comparativo entre Excel e Power BI (Excel vs Power BI)…

 

Vantagens do Power BI

Excel vs Power BI-3

  • É online e de fácil compartilhamento;
  • Mesmo comparando com os suplementos do excel vs Power BI, a velocidade de carregamento do Power BI é muito maior. Em se tratando de muitos dados ele é insuperável em velocidade;
  • A segurança em compartilhar os dados é sem comparação, a nível de linha;
  • Se conecta, virtualmente, com todas as fontes de dados;
  • Tem uma interface linda e funcional com o usuário final;
  • Trabalha com qualquer quantidade de dados sem necessariamente ocupar muito espaço em disco, diferentemente do excel;
  • É ideal para quem quer uma análise mais profunda, com elementos cruzados, com diversos níveis de filtros e acessos;
  • Com a crescente quantidade de informações se tornará indispensável e vai crescer muito.

Tem várias outras vantagens, tanto em relação ao excel como em relação aos outros programas de BI. Leia os 28 motivos para você começar a usar o Power BI e saiba mais destas vantagens.

Leia também: Você sabe o que é Power BI? Para mais informações sobre esta poderosa ferramenta.

Os dois artigos acima podem lhe dar mais argumentos para começar a usar mais o Power BI. Entenderá que ele é a evolução natural do Excel e das análises de negócios e estratégias.

A batalha Excel vs Power BI não é uma disputa em si, pois um complementa o outro. O Power BI vai substituir o Excel em algum momento, não em tudo. Isto acontecerá como uma consequência natural e não como uma derrota do Excel.

Mas quando usar um ou usar o outro?

Bem, pelas vantagens acima expostas, podemos afirmar que é melhor usar o excel:

Para trabalhos rápidos, simples e que não envolvam uma quantidade muito grande de informações. O excel possui recursos para manipular qualquer tamanho de arquivo, tanto nativo como os quatro suplementos Power.

Mas quando você sentir a necessidade de usar estes suplementos é melhor optar pelo Power BI. Ele tem estes suplementos de forma nativa, Power Query, Power Pivot, Power View e Power Maps são a base do Power BI. Todos os Power num só.

Agora, se vai trabalhar com muitos dados, milhares de linhas, várias fontes de dados, prefira o Power BI. Se precisa divulgar estas informações, prefira o Power BI, ele divulga online e em dispositivos móveis.

Se precisar de um nível maior de segurança e controle de acessos nos relatórios disponibilizados prefira o Power BI.

Se precisar de cruzamento de dados, visualizações dinâmicas e interativas, vários níveis de filtros com facilidade de criação e gerenciamento, prefira o Power BI.

Se precisar impressionar o seu chefe, prefira o Power BI.

Quer aprender mais, é novo nesta ferramenta e ainda não sabe o básico? Precisando se iniciar neste mundo? Baixe gratuitamente nosso e-Book abaixo.

Guia SMART para Iniciantes em Power BI

Aproveite a oportunidade de aprender um pouco mais de Power BI clicando aqui!

Acredito que foi possível perceber que somos defensores do Power BI! Neste comparativo entre Excel e Power BI, os argumentos apresentados favorecem um pouco mais esta ferramenta. Mas isto não é por simples preferência e sim pela realidade que se consolidada cada vez mais.

A quantidade de dados e informações só crescem e neste ambiente as ferramentas que lidarem melhor se destacarão. É o caso do Power BI.

E qual a sua opinião sobre a disputa de Excel vs Power BI? Qual você ainda usa mais? Você entende que o Power BI ainda substituirá o Excel? Deixe um comentário com a sua opinião para estas perguntas, ajude a tornar esta discussão ainda mais quente!

Até a próxima!

usar o power bi-0

Já passou da hora de pararmos reportar dados na forma de tabelas, planilhas ou gráficos estáticos e pobres. Dados expostos assim ainda servem para analisar e tomar decisões nas empresas, de fato serviu até hoje, certo? Mas a quantidade de dados e informações só vem aumentando, a velocidade em que as empresas precisam tomar decisões também aumenta, mas sem as ferramentas adequadas para processar estes dados a velocidade de processamento, manipulação e entendimento está na contramão, diminui!

Chegou o momento das empresas, sejam grandes, médias e pequenas adotaram ferramentas mais dinâmicas e poderosas de análise, é importante escolher este caminho urgentemente, pois chegará um momento que tudo pode travar, ou se perca timing de decisões importantes.

Para tal é preciso adotar ferramentas de business intelligence e entendemos que neste momento a melhor opção, com base numa série de motivos, os quais este artigo listará a grande parte encontrada até o momento, foi o Power BI da Microsoft.

Nas linhas que seguem lhe daremos 28 razões (e ainda estamos contando) para começar a usar o Power BI hoje. No final desta leitura, talvez até mesmo na metade dela, você já vai querer baixar o programa, pesquisar como utilizar e já adotar esta ferramenta que vem se despontando vertiginosamente no mercado de BI e análises.

Esta ferramenta transforma a imensa quantidade de dados que está sendo gerada a todo momento em visualizações inspiradores, que podem ser absorvidas e compreendidas em instantes, que são dinâmicas e se adaptam a qualquer necessidade, que melhora o processo de tomada de decisão em todos os sentidos e que sem sombra de dúvidas usar o Power BI irá mudar o seu jeito e o jeito da sua empresa de trabalhar com estas informações.

Neste momento você pode estar pensando, isto é muito bom para ser verdade, mas nós da uai smart acreditamos sinceramente em cada um dos tópicos apresentados abaixo. Acreditamos que esta ferramenta é o futuro, já está se tornando o presente e deixando algumas velhas dificuldades no passado.

Vamos então ver todos os motivos que a uai smart encontrou até o momento para que considere esta ferramenta, seja como self-service BI ou seja como uma solução corporativa e passe a usar o Power BI sem mais perdas de tempo.

Saiba mais sobre o Power BI neste post.

 

É da Microsoft, uma nova Microsoft

microsoft e usar o power bi

Alguns podem até não achar muita vantagem no fato de ser da Microsoft, mas o fato é que a ela está mudando, a nova liderança da empresa vem implementando mudanças significativas e nunca vista antes na empresa (conheça o CEO da Microsoft), o próprio Power BI foi uma delas. Implementaram uma ferramenta ouvindo os usuários finais, naquilo que estes achavam melhor e não baseado no que eles entendiam que era melhor.

É a empresa líder em sistemas operacionais e programas pessoais e corporativos (pacote office, SQL, etc.), com mais este grande programa ao seu portfólio, integrado a todas as ferramentas já líderes de mercado e além disso uma superpotência do mundo corporativo, com certeza faria os concorrentes pensarem e repensarem suas estratégias.

 

Power BI é relativamente novo, mas com uma herança e base enormes (SSAS e SSIS)

SQL Server Analysis Services (SSAS) já é uma ferramenta de sucesso em BI da Microsoft. E foi o time SSAS da Microsoft que construiu do zero o Power Pivot (o motor de modelagem de dados), se tornando primeiramente uma extensão para Excel e agora faz parte, de forma nativa, do Power BI.

Assim como o Power Pivot, o Power Query, que é uma ferramenta ETL (Extract, Transform & Load | Extrai, Transforma e Carrega) foi construída também do zero, mas por um time de peso da Microsoft, o time de SQL Server Integration Services (SSIS) que já havia desenvolvido softwares de ETL de sucesso antes.

 

Power BI se conecta com praticamente todas as fontes de dados existentes

fontes de dados power bi

A maioria dos provedores de dados já se conectam com o Power BI, além disso há um conector ODBC que virtualmente pega tudo, também estão sempre desenvolvendo novos conectores. Atualmente são mais de 60 conexões com soluções que com certeza sua empresa já deve utilizar.

Sem falar dos inúmeros conectores baseados em nuvem que permitem os usuários se conectarem ao conteúdo dessas nuvens, tal como Google Analytics, SalesForce, Facebook, Mailchimp e assim por diante.

 

Power BI tem alta performance e alta taxa de compressão

Power Pivot utiliza uma moderna tecnologia de base de dados tabular que comprime bem uma base para que seja carregada totalmente na memória proporcionando a alta performance que vemos (caso você ainda não viu, vai sentir quando ver pela primeira vez).

Devido a utilização desta tecnologia é possível alcançar taxas de compressão de 600% a 1200% fazendo com que, por exemplo, uma base de 1GB se comprima e trabalhe nas consultas entre 170MB e 85MB de tamanho em memória. Isto faz com que a performance deste programa atinja altos níveis que só experimentando para ver.

 

Guia SMART para Iniciantes em Power BI

Aproveite a oportunidade de aprender um pouco mais de Power BI clicando aqui!

 

O sistema de visualização do Power BI é totalmente novo e lindo

Mais outra razão para usar o Power BI é o sistema de visualização, construído em HTML5 e que é simplesmente incrível. Praticamente tudo pode ser clicado, separado, dividido, filtrado, ter os filtros cruzados, e muito mais.

Por exemplo, dá para, num mapa do país, com as vendas por regiões, se clica na região e se vê os detalhes por cidade, clica na cidade e se vê os detalhes por bairros, lojas, e tudo mais que se queira ver estando disponível.

Lá se foram os dias em que era necessário um profissional de TI para desenvolver um novo relatório para ter uma visão diferente dos dados, qualquer um que consiga criar um gráfico no excel pode criar um gráfico no Power BI também.

 

Há sempre novas visualizações sendo criadas e gratuitas para baixar

visuais power bi

O Power BI possibilita que outras empresas criem visualizações e disponibilizem para serem baixadas na loja da Microsoft.

A Microsoft percebeu que não pode dar solução a todas as necessidades de visualização, então ela resolver dividir seu código fonte das visualizações para que desenvolvedores capazes possam desenvolver suas próprias e compartilhar com o mundo.

Dá para o desenvolvedor pegar uma visualização existente e melhorar ou construir uma do zero, aqui você pode ver todas as visualizações customizadas criadas até o momento.

 

Power BI é para quem já está acostumado ao excel, mas não é o excel

Por ser self-service os usuários do excel vão ter uma relativa facilidade de se iniciar no Power BI, mas ele não é o excel. É uma ferramenta de BI self-service com fortes funcionalidades Empresariais tais como níveis de segurança e integração não presentes no excel.

Empresas gastam milhões em soluções de BI de prateleira que acabam não utilizando e preferindo continuar com o excel, agora com uma ferramenta parecida com o excel, mas muito mais poderosa, acreditamos que realmente estamos falando do futuro.

 

Power BI é muito fácil de implementar

Ele pode ser implementado na sua empresa com pouquíssima intervenção de profissionais de TI, em alguns casos nem isso será necessário. Uma simples chave API pode ser a solução de implementação na empresa e mais nada.

Se já utiliza os programas da Microsoft, tal qual o Office 365 a integração do Power BI será natural. Assim não há necessidade de gastar alto para adotar esta ferramenta.

 

Power BI está na nuvem

Power BI na nuvem

O mundo está se movendo para a nuvem, este produto foi construído desde sua base para ser utilizado em nuvem, utiliza o moderno código HTML5 que assegura compatibilidade com todos os navegadores e todas as plataformas.

 

Mas se você ainda não estiver na nuvem ele também é para você

Nem todas as empresas estão preparadas para irem para nuvem ainda. Mas nem por isso estas empresas deixariam de usar o Power BI. Tem a versão Power BI Desktop, que é um software gratuito para qualquer um e tem as mesmas ou melhores funcionalidades que a versão online.

O arquivo que a versão desktop cria, o “.pbix” pode ser compartilhado e utilizado como qualquer outro arquivo “.docx”, “.xlsx”, “.pptx” e qualquer um com o Power BI Desktop instalado em sua máquina pode visualizar.

É possível, inclusive, instalar a versão 64 bits numa estrutura de 32 bits.

 

Power BI tem app para Smartphone e Tablets

Power BI no App

No Power BI é possível levar seus relatórios na palma da mão, tem app para todas as plataformas (IOS, Android, Windows Mobile) e não é porque é da Microsoft que eles favoreceram a plataforma deles, em todas funcionam muito bem sem perder nada de uma para outra. E usar o Power BI no celular ou tablet é grátis, sem pagar nada a mais por isso.

 

Você pode receber relatórios via e-mail automaticamente

O Power BI consegue receber um e-mail com o relatório do dia anterior, por exemplo, em PDF bem formatado, ideal para ser impresso e alguns vão querer esta opção. Basta ir na aba superior na exibição do Relatório no Power BI Service e clicar na opção para “Assinar”.

Bem, esta é mais uma opção, mas como existe o app é só abrir ele e ver hora que quiser. De qualquer forma, para quem gosta deste tipo de reporte é uma mão na roda também.

 

Power BI é muito barato ou até mesmo grátis

O Power BI Desktop é grátis para toda a vida, inclusive para publicar na nuvem e em sites públicos.

Para mais serviços, tais como maior controle de acesso dos dados compartilhados, atualizações de bases automáticas utilizando gateways, opções de compartilhamentos mais simples e mais algumas opções legais, basta assinar o Plano Power BI Pro, que se paga U$ 9,99 por mês (R$ 35,00 mais ou menos), por usuário. Em se tratando de plano de assinatura para empresa, de um software tão completo e poderoso é uma barganha.

Há também a opção do Power BI Premium com planos personalizados e maiores funcionalidades conforme e pode ser contratado conforme a realidade de cada empresa.

 

Usar o Power BI é muito fácil e consequentemente barato para treinar os usuários

Treinamento Power BI

Qualquer um pode clicar num botão e interagir com um relatório no Power BI. É bastante intuitivo e fácil de aprender para todos que queiram trabalhar com conteúdo interativo.

Os custos de treinamento são baixos, inclusive oferecemos treinamentos online e presencial a um baixíssimo valor, comparados com qualquer outro software do tipo e possibilitamos a qualquer aluno nosso a usar o Power BI de forma destacada e profissional.

 

A modelagem de dados do Power BI é facilmente dominada por usuários intermediários e avançados

Com o Power BI não é mais necessário contratar profissionais de TI para programar um cubo de análise específico para sua empresa, é claro que estes profissionais podem se especializar nesta ferramenta e ser de grande ajuda nas implementações. O ponto agora é que usuários intermediários e avançados de excel podem assumir este papel, que antes era apenas de especialistas em linguagens específicas.

Power BI utiliza a linguagem DAX (Data Analysis eXpressions). É uma linguagem que pode ser aprendida por usuários de excel com facilidade, pois é bem parecida com as fórmulas já utilizadas. Além disso o DAX é a linguagem do Power Pivot que pode ser utilizado no excel também, assim aproveita o aprendizado em várias plataformas.

 

O carregamento dos dados no Power BI é facilmente dominado por usuários intermediários e avançados

O Power Query (Editor de Consultas) é muito fácil de ser aprendida e dominada por usuários avançados e intermediários, isto quer dizer que na maioria dos casos não haverá necessidade de profissionais de Integração de Bancos de Dados com esta ferramenta em sua empresa.

Qualquer pessoa acostumada com excel (não precisa ser expert) consegue aprender Power Query com facilidade. Esta funcionalidade tem uma interface, bastante intuitiva, que gera um código (linguagem M) para transformação dos dados, o legal é que cada transformação feita o processo é salvo e pode ser reutilizado em novos dados sem necessidade de trabalho adicional.

O Power Query do Power BI é idêntico ao Power Query do excel, assim dá para aplicar o que aprender num no outro.

 

Power BI é self-service

Pelos 2 pontos mencionados acima (Power Pivot e Power Query) faz com que usar o Power BI seja self-service, mas não é uma solução meia boca, é simplesmente tudo que você poderia querer ou mais de um BI self-service. Qualquer usuário que trabalhe bem em excel ou que queira trabalhar bem em Power BI pode dominar a ferramenta e produzir o BI que sua empresa ou negócio necessite de forma rápida.

 

Exceto se você não quiser que seja Self-service

Não é porque o Power BI é uma ferramenta de BI self-service muito capaz que não possa ser também uma solução empresarial forte, na verdade pode ser os 2 ao mesmo tempo.

Power BI foi baseado em soluções empresariais e soluções self-service. Assim é possível deixar relatórios padrões da empresa, bem como ter a utilização customizada e funcional para cada área ou profissional.

 

Tem um controle de acesso e segurança robusto no Power BI

O Power BI tem o mesmo sistema de acesso das outras soluções da Microsoft, chamada de Active Directory. Onde é possível controlar o nível de acesso a informações de cada usuário, eles veem o que eles são autorizados a ver.

Mas o que realmente diferencia o Power BI de outros é ele ter nível de segurança por linha, ou seja, é possível definir se determinado usuário pode ver aquela linha ou não. Exemplo: mostre para Carlos na Tabela Vendas as linhas 51 a 100, enquanto os com perfil de diretoria podem ver todas os dados do relatório.

Isto não é bom só para segurança, mas para manutenção também, não precisa criar um relatório para cada perfil de visualização, um relatório é suficiente e por ele todos os perfis podem visualizar somente o que é permitido a eles.

 

Power BI melhora a cada dia, literalmente

Comunidade Power BI Brasil

O Power BI tem um ciclo de atualização contínuo, atualmente há uma periodicidade mensal de atualização. As melhorias são feitas tanto no Power BI Services, quanto no App e também no Power BI Desktop.

A Microsoft está super comprometida em deixar este produto cada vez mais poderoso, portanto correção de defeitos ou sugestões que a comunidade vem fazendo são implementadas muito rápido e um Power BI melhor está sendo construído a cada dia. Se quiser saber quais foram as atualizações feitas nos últimos releases, entre no blog oficial do MS Power BI, pena que ainda os artigos estão em inglês, mas teremos sempre posts aqui com o resumo destas atualizações.

Se ele já é o que é hoje, imagina o que ele será daqui a 1 ou 2 anos.

 

As comunidades de Power BI influenciam nos upgrades

 

melhorias Power BI

A Microsoft mudou muito a partir da sua nova liderança, ao invés deles fazerem apenas o que acham que o usuário precisa eles estão ouvindo as comunidades, eles inclusive incentivam que estas postem as sugestões de melhorias no Power BI.

Qualquer um pode se cadastrar, criar um tópico e/ou votar num tópico existente e assim contribuir com novas ideias e melhorias, para contribuir entre no tópico de ideias na comunidade oficial do Power BI.

 

Power BI tem um sistema de pesquisa em linguagem natural

Por mais estranho que pareça é verdade e funciona. Se você tem um modelo de dados em Power BI bem estruturado e digitar algo como “quais foram minhas vendas ontem por estado?”, ou “qual foi a tendência de vendas de televisores no último ano?”, o Power BI irá se esforçar para te apresentar uma tabela, um gráfico ou o que mais tenha sentido com a informação solicitada.

Se não gostar do resultado é só fazer alguns ajustes na busca e na interface desta seção até achar o que procura. Chegando no resultado que quer basta selecionar este no seu dashboard e a partir daí eles pode ser atualizado automaticamente todos os dias.

No app ele tem reconhecimento de voz para perguntas e respostas, com isso no Windows 10 é integrado ao Cortana (sistema de reconhecimento de voz desta versão do Windows).

 

Power BI tem análises automáticas com insights que ajudam muito

Há uma ferramenta de insights rápidos (quick insights) quando você carrega seu relatório em Power BI pode utilizar esta opção que analisa os dados e nos dá algumas sugestões legais. Esta análise pode retornar até 50 fatos interessantes sobre aqueles dados que te fará pensar em novas alternativas e ajudará a ver seus relatórios e insumos com outros olhos, com certeza terá algo que você não tinha pensado ou percebido antes.

 

Se integra com o Excel sem igual (não precisa exportação)

Me diga o que acontece quando algum analista está sob pressão para entregar um relatório, o que ele geralmente faz? Vou te dizer o que uma grande parte faz, vai no seu programa de BI (que a empresa gastou uma fortuna), busca os dados que precisa, exporta para Excel e faz a análise por lá mesmo, certo?

Em relação a isto o Power BI tem duas vantagens incomparáveis. Primeiro: não precisa exportar para excel, basta clicar na opção “Analisar no Excel” que o Power BI Service possui e assim vai conversar com Excel de forma nativa. Segundo: o Power BI já lembra tanto o Excel que muitos usuários não vão querer ir para o outro programa, ficarão no Power BI mesmo.

 

Power BI tem também uma integração sem igual com o PowerPoint

Atualmente a maioria dos profissionais, na hora de apresentar seus relatórios e contar suas estórias utilizam o PowerPoint, com isso uma integração entre Power BI e PowerPoint seria legal, correto? Certo, esta integração existe e é bem simples, tem a opção de exportar os relatórios para slides.

Mas isto vai melhorar bastante em breve, há uma empresa criando um produto que irá permitir linkar o PowerBI dentro do PowerPoint e interagir em tempo real com os gráficos ou demais visualizações na própria apresentação. Vamos aguardar.

 

Power BI tem integração com alguns grandes programas de terceiros

R é um dos mais utilizados softwares de Estatísticas da atualidade. Em vez de competir com este software a Microsoft resolveu integrar o R diretamente no Power BI, assim é possível utilizar os insights e os pacotes diretamente no Power BI.

ESRI é um programa para trabalhar com mapas geográficos, com certeza este é bastante útil para fazer trabalho geoespacial e com a integração que existe se faz tudo dentro do Power BI.

 

As grandes empresas do mundo estão aderindo ao Power BI

Este é um movimento que vem acontecendo nos últimos tempos e vai se consolidar ainda mais.

A Gartner, líder mundial em seu setor (Consultorias), não só aderiu como gosta muito deste programa, há um estudo deles que mostra o quanto o Power BI vem crescendo, nos gráficos abaixo, desta pesquisa da Gartner sobre ferramentas de análise e business intelligence mostra a evolução do Power BI nos últimos 2 anos, até se tonar o líder agora em 2017.

Power BI em 215

A Colocação do Power BI em 2015 era boa.

Power BI em 2017

Mas em 2017 Power BI se tornou líder, numa colocação melhor ainda.

Já está se consolidando no presente, mas esta será a ferramenta de análise mais utilizada em breve.

Power BI é o futuro, na nossa humilde opinião, irá substituir muitas das ferramentas atuais e talvez passe a ser mais utilizado que o excel (uma opinião meia ambiciosa, mas não é impossível).

O ponto é que naturalmente, com o crescimento da quantidade de dados a se analisar e trabalhar, necessitaremos migrar para opções mais poderosas e, como Power BI se parece muito com Excel a substituições pelo mais poderoso e parecido com o que já trabalhamos vai acontecer sem mesmo percebermos.

Neste momento, o nosso site conseguiu mapear 28 motivos para que você já comece a utilizar o Power BI agora, esta lista irá crescer, ao longo do tempo teremos mais vantagens e melhorias fazendo com que valha mais a pena aprender e utilizar cada vez mais. Se ainda não utiliza, os motivos acima são mais que suficientes e se já utiliza que tal aumentar seus conhecimentos na ferramenta, participar de comunidades, conversar com amigos e colegas e buscar ao máximo aprender e contribuir para que este futuro chegue logo?

Acreditamos que é inevitável a proliferação e a adoção do Power BI.

Quanto mais cedo vocês aderirem e aprenderem a ferramenta mais se destacarão na utilização deste programa e terão um diferencial no seu ambiente de trabalho ou mesmo nas suas tarefas comuns. No passado e ainda nos tempos atuais o excel já alavancou algumas carreiras, no entanto o Power BI será mais forte neste sentido.

Na nossa avaliação é uma ferramenta poderosa, extremamente intuitiva de self-service BI, é gratuita em grande parte das funções e se precisar gastar com ela, é barata, tem uma curva de aprendizado curta e pode se estender à todas as direções dependendo mesmo do quanto a Microsoft irá abranger seu alcance.

Tem algum motivo que você considera que existe para utilizarmos o Power BI e que nós não listamos aqui? Coloque nos comentários abaixo e contribua conosco e com a comunidade Power BI no Brasil.

Gostou? Compartilhe este artigo nas redes sociais, escolha uma ou mais nos botões abaixo e ajude mais pessoas a descobrirem este importante programa.

o que é Power BI

 

Mesmo com tantas novas tecnologias surgindo a todo momento, as soluções voltadas para negócios sempre estarão presentes no nosso dia a dia.

Precisamos saber como nossas empresas estão, como nossos clientes se sentem, quanto estamos vendendo e comprando, qual é o produto que dá mais retorno, dentre outras centenas de métricas que nos mostram a performance do negócio.

Tudo isso nos leva a uma questão recorrente: Como apresentar essa informação?

É aí que ferramentas de Business Intelligence (BI) entram! Elas servem para nos deixar fazer as perguntas e obter as respostas, explorando a infinidade de dados armazenados nos sistemas das empresas.

 

A ferramenta da Microsoft mais capaz disso é o Power BI. Mas o que é Power BI?

 

Afinal, o Power BI começou como sendo um conjunto de ferramentas extras dentro do Excel, pegando dados de tabelas e ajudando o usuário a filtrar e trabalhar esses dados antes de torná-los em gráficos úteis.

Aos poucos, o Power BI foi tornando-se um serviço amplamente difundido na web e uma aplicação para os computadores de qualquer empresa. Além disso, consolidou-se como uma ferramenta única de análise de dados, mantendo boa parte da familiaridade do Excel com diversas melhorias próprias.

O Power BI conta ainda com recursos que se apoiam no Machine Learning para identificar dados interessantes, guiar visualização de tendências e ainda apontar desvios nos seus dados.

 

Power BI une soluções em desktop com cloud

 

Power BI é uma mistura interessante entre SaaS (Software-as-a-service) e um software para desktops. Com isso, você pode usar a versão Desktop para explorar seus dados e construir relatórios, mas é a combinação com os serviços em nuvem que mais agregam valor.

É melhor pensar a versão Desktop do Power BI como uma maneira de obter insights iniciais, onde você descobre as perguntas certas a serem feitas. Você pode transformar o relatório resultante em um painel na nuvem com monitoramento em tempo real, promovendo indicadores, tendências e insights quase instantâneos.

Um dos recursos mais úteis do Power BI é a quantidade de fonte de dados que se pode utilizar: desde base de dados tradicionais (SQL, Access…), planilhas CSV e XLS, serviços SaaS modernos como Zendesk, Github e plataformas como Facebook, Mailchimp e Azure.

Com os dados de negócios em lugares tão distintos fica difícil saber o que é relevante, então é uma ótima opção poder consultar o maior número de fonte de dados possível. Você pode até mesmo conectar o Power BI com a linguagem estatística R, usando-a para apresentar informação estatística complexa em uma variedade de gráficos.

No Power BI, você pode também usar dados públicos misturados com sua própria informação, ao fazer isso você coloca suas informações de negócio em um contexto mais amplo. Se as vendas estão diminuindo, é por que o seu time de não está fazendo um bom trabalho, ou é uma queda geral no seu setor de atuação? E se for uma queda no setor, você está melhor que o esperado ou pior?
Quanto mais informação você tiver, melhor decisões você tomará.

 

Linguagem de consulta do Power BI para transformação

 

Criar consultas em dados e transformá-los é muito fácil no Power BI, pois ele foi desenhado para extrair e transformar dados de diferentes fontes, criando novas tabelas para seus relatórios.
A começar pelo visual dos seus dados brutos parecido com tabelas do Excel, você pode usar as ferramentas de consulta para construir uma série de etapas para transformá-los, adicionando colunas e alterando tipo de dados usando fórmulas.

As próprias ferramentas de edição visual do Power Bi simplificam os seus dados, removendo colunas desnecessárias, alterando nomes, adicionando novas informações, etc.

Dados de outras fontes podem ser mesclados com a sua consulta atual, somando informações adicionais quando necessário. Outras ferramentas dinamizam os dados em tabelas adicionando colunas baseadas em cálculos.

Compartilhar os relatórios é tão importante quanto construí-los e o Power BI te possibilita fazer isso de diversas maneiras. Uma das mais úteis é a possibilidade de construir e publicar na web, mostrando KPIs e visualizações de cada indicador.
Uma versão futura do Power Bi adicionará ferramentas que mapeiam diagramas do Microsoft Visio, para que seja possível mostrar a performance de um fluxo ou de uma rede, personalizando conforme a necessidade.

 

Customizando as visualizações do Power BI

 

Você não está limitado aos gráficos e visualizações embutidos no Power BI. Você pode criar os seus próprios. Por exemplo, você está usando o Power Bi para mostrar dados de um smart watch. Por que não mostrar os resultados em um diagrama do equipamento que você está monitorando?

O mesmo vale para informações geográficas, afinal, diferentes tipos de mapas permitem diferentes interpretações das informações. Você pode obter ferramentas para criar seus próprios gráficos no Power BI através do GitHub, usando código fonte já existente.

A Microsoft oferece o Power BI em um modelo de inscrição, com acesso a maioria dos seus recursos para quem já tem a licença do Office 365.

Outras versões oferecem novas maneiras de compartilhar os relatórios, incorporando seus dados em aplicativos e compartilhando com um número ilimitado de usuários.

Analistas de negócio experientes e cientistas de dados constroem relatórios interativos, e os usuários utilizam diversos filtros através do drill-down dinâmico direto dos seus celulares e PCs.

Tudo que você precisa é publicar um relatório no Power BI e incorporá-lo em um aplicativo para monitoramento.

 

Quer 28 motivos para começar a usar o Power BI, nós fizemos esta lista e você vai se surpreender quando clicar neste link e ler.

Este é só o primeiro de muitos artigos neste site, trataremos tudo sobre Power BI aqui em diversos artigos, vídeos, guias, tutoriais, e-books, infográficos e em breve Cursos gratuitos e pagos. Esperamos que você tenha compreendido um pouco mais sobre o que é Power BI.

 

Contribua conosco, digite um comentário abaixo nos sugerindo assuntos que você gostaria de ver tratado aqui. As dúvidas ainda são muitas para os usuários iniciantes, intermediários e avançados e queremos contribuir de forma relevante com a comunidade Power BI no Brasil, participe conosco.