thumb Trabalhar com mapas no Power BI

Mostrar dados num mapa é uma forma bem interessante de manipular informações. Fazer visuais com mapas no Power BI não é complicado, é até simples. Temos também mais esta forma de agregar valor às suas apresentações e deixar os dados ainda mais legais de se ver e acompanhar.

Mapa no Power BI - Pontos

Trabalhar com mapas no Power BI agrega números à visualização do espaço, ajudando a trazer insights para os dados.

Com o Power BI você pode facilmente obter, tratar, cruzar e visualizar os dados em um mapa. Não terá o mesmo nível de acesso à informação que um profissional que lida com sistemas de informações geográficas, mas terá acesso à várias formas trabalhar com mapas que irão funcionar bem de uma maneira geral.

Mas nem sempre o mapa é a melhor representação de seus dados, mesmo que tenha informações de localização para eles. Também considere que há alguns mapas melhores que outros dependendo da situação. Testar os diferentes visuais de mapas é uma forma de descobrir.

Temos um e-book bastante extensivo que fala sobre como trabalhar com mapas no Power BI. São mais de 30 páginas abrangendo quase todas as opções de visuais de mapas disponíveis nesta ferramenta que tanto gostamos.

Clique abaixo e baixe este e-book, totalmente gratuito, que irá lhe ajudar a entender bastante este tema.

Banner aprenda a trabalhar com mapas no Power BI

Neste artigo lhe daremos dicas importantes para trabalhar de forma produtiva, inteligente e correta com mapas no Power BI.

Nossas 9 dicas SMART para usar os mapas no Power BI.

»»» Faça a limpeza da sua tabela e mantenha nela somente os dados que ajude com as localizações exatas nos seus visuais.

»»» Para ter localizações mais precisas utilize os pontos de latitude e longitude.

»»» A codificação geográfica feita pelo Power BI não dá 100% de garantia de acuracidade. Há nomes ambíguos ou sem a devida identificação pelo sistema. Para melhorar a acuracidade categorize o campo utilizando a “Categoria de Dados” para tal.

»»» Seja o mais detalhado possível na definição dos nomes de locais. Isto lhe trará mais acuracidade nas localizações do seu mapa. É melhor colocar o nome completo da localização, cidade, estado, país, região.

»»» CEPs são uma boa forma de colocar as localizações mais acuradas nos mapas do Power BI também. Considere utilizá-los e não esqueça de categorizar.

»»» Evite utilizar cores de dados que se confundam com o fundo e dificultem a visualização.

»»» Busque que os dados sejam os mais distintos possíveis. Se disponível, utilize fundo nas escalas em cinza ou escuro, que permitirão maior variedade de cores nos dados.

»»» Teste o melhor modelo de mapa para apresentar seus dados, entenda como funciona cada modelo baixando nosso ebook.

»»» Nem sempre o mapa é o melhor visual para seus dados, teste seus dados em outros tipos de visualizações, tais como gráficos de barras, linhas, pizza, etc.

O Power BI oferece muitas formas diferentes de visualizar os dados geoespaciais. Há uma variedade de mapas e até mesmo não optar por nenhum deles. Lembre-se que seu objetivo é proporcionar à sua audiência um bom entendimento do que se está apresentando e a partir daí que eles possam formar uma opinião relevante daqueles dados.

Busque ser o mais objetivo e claro possível ao seu público.

Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais (utilize os botões abaixo) e ajude seus colegas a compreender melhor sobre o assunto. Ajude-nos também a espalhar bons conteúdos sobre o Power BI.

Tem dúvidas? Nos pergunte! Utilize a sessão de comentários deste artigo logo abaixo.

Até a próxima!

Compartilhe